Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Centro Espírita União encerra com alegria suas atividades de mais um ano de muito trabalho

Distribuição de Natal
Distribuição de Natal

No sábado, 13 de dezembro, a distribuição de Natal marcou com muita alegria o encerramento das atividades de 2014 do Centro Espírita União.

Em clima de gratidão pelos trabalhos realizados durante todo o ano na casa, nos diversos setores doutrinários e sociais, os colaboradores se reuniram para uma confraternização após a entrega das sacolas de Natal e cestas às famílias cadastradas da comunidade.

Como representante dos trabalhadores do centro, Gisela Lavatti agradeceu pelas oportunidades de trabalho oferecidas, destacando a importância do espírita manter acesa a chama da esperança. “ Nos nossos lares, nos nossos trabalhos, na nossa sociedade temos que ser referência de esperança e de amor ao próximo que é o que a doutrina vai exigir sempre de nós. Não é fácil ser espírita. Isso exige muito sacrifício, mas compensações são imensas e temos que ter essa alegria, essa esperança, e transmitir isso aos outros porque era isso que o Cristo fazia, mesmo quando tinha um problema muito difícil e é isso que temos que ter como conduta”, disse. Agradeceu também à direção da casa. “Ela tem sido exigente conosco, mas são lições que a gente aprende no cotidiano e no contato com essas pessoas e que aos poucos vamos transmitindo, numa sequência de aprendizado com Chico e que é a história oral desta casa honrada, de que temos o orgulho de aqui estar com eles”, destacou, referindo-se especialmente ao casal Galves.

Feliz pelos trabalhos realizados por todos
Feliz pelos trabalhos realizados por todos

Feliz pelos trabalhos realizados por todos, Nena Galves agradeceu por mais um ano de conquistas. “Aquilo que passou e que não foi tão bom passou e o que foi bom ficou. Isso que é importante”, comentou, reforçando sobre a necessidade de se manter os corações alegres e esperançosos. “Ser espírita não é mesmo fácil e demonstra-se ser um espírita consciente nos dias difíceis. Eles vêm inevitavelmente. Estamos entrando no final do ano e nós não podemos dizer a vocês “Feliz Ano Novo”, acreditando que serão todos os dias do ano felizes. Mas, se aprendemos alguma coisa, como devemos ter aprendido em 2014, é claro que nós vamos ultrapassar esses dias difíceis porque somos pessoas conscientes, realmente preparadas para isso”.

Lembrou que é preciso ser espírita o tempo todo e não somente no centro espírita. “A doutrina espírita é de continuidade e ela é bonita, porque enquanto os outros param para chorar no caminho e se perguntam ‘por que eu?’ nós seguimos em frente porque sabemos que o sofrimento também nos faz crescer. E quanto mais crescermos, mais felizes seremos. Essa verdade é também para mim. Chega uma hora que a gente diz : abençoado o espiritismo que me faz andar e não posso ficar parado”.

Nena Galves
Nena Galves

Nena Galves citou o compromisso doutrinário do Centro Espírita União, lembrando a análise feita pelo presidente da FEB, Antonio Cesar Perri de Carvalho, no lançamento do livro Fé e Vida, na segunda, 8 de dezembro. “ Ele disse uma coisa tão linda que me tocou – que a dignidade e a fidelidade que temos com toda obra de Chico e a doutrina espírita deu a confiança para que a FEB pudesse se aliar a nós, porque quando você arruma um sócio o currículo fala alto, e nessa sociedade foi o que eles acharam no casal, na casa, doutrinariamente falando. Vocês não precisam ter medo quando o casal Galves não existir. Os livros de Chico doados ao União já têm pais adotivos, que vão fazê-los caminhar. Isso deu uma tranquilidade muito grande a mim e ao Galves. Isso foi realmente como alguma coisa que os espíritos disseram: descansem em paz porque o trabalho não é só de vocês, é também nosso. Agora, a obra que Chico deixou aqui e todo seu trabalho vai continuar mundo afora. Isso pertence também a vocês. Muito obrigada por essa nossa parceria de mais um ano e que nos vamos continuar, se Deus quiser, com forças para lutar.”, concluiu.

Veja fotos da distribuição e do encerramento de 2014